Estratégia Digital

Uber: uma nova parceria com a Europa

em

Com 2015 já a decorrer, a Uber tem grandes planos para os motoristas e para as cidades. Mas não podem chegar lá sozinhos. Há poucos dias, na DLD15 Conference em Munique, o CEO Travis Kalanic apresentou o compromisso da Uber em estabelecer novas parcerias com as cidades europeias para garantir a inovação, aproveitar fortes benefícios económicos e promover funções fulcrais da cidade.

A Uber consegue visualizar essas transformações positivas onde já está há mais tempo, gerando dezenas de milhares de novos trabalhos e atraindo milhares de viajantes. No seguimento do tema da DLD, “É apenas o começo”, este ano, em estreita relação com cidades europeias, a marca conseguirá tirar 400 000 carros da estrada, expandir a UberPOOL e reduzir as emissões, criando ainda 50 000 novos postos de trabalho em todo o continente.

uber                                                             Foto: DLD

A Uber tem trabalhado com os governos sobre novas regras para garantir que a segurança pública seja protegida, expandir a escolha e a concorrência, fazer crescer a economia e as receitas fiscais. Só em 2014, foram 22 as jurisdições nos EUA que aprovaram novas legislações que regulamentam a partilha de boleia. Ainda no início do mês em Calcutá, Índia, fizeram o mesmo e essa legislação progressiva está a ser actualmente analisada nos Países Baixos, em Bruxelas e em Helsínquia.
A Uber irá esforçar-se para construir novas parcerias com cidades europeias que coloquem em primeiro lugar os mesmos princípios:

Segurança para viajantes e motoristas

Pelos EUA e em vários países por todo o mundo, a Uber tem efetuado verificações muito cuidadosas que resultaram em dezenas de milhares de possíveis motoristas a verem recusada a oportunidade de se associarem à plataforma. A Uber está, também, empenhada em desenvolver novas ferramentas tecnológicas que melhorem a segurança, fortaleçam e aumentem o número de cidades e países onde se efetuam verificações, e incrementem a comunicação com as autoridades locais.

Escolha e concorrência

Quando os consumidores podem conectar-se com qualquer fornecedor de serviços de transporte e os motoristas têm a liberdade de escolher como querem ganhar a vida, as cidades vêm uma redução na taxa de condução sob o efeito do álcool, um aumento de viagens para bairros mal servidos e um maior lucro para os motoristas comparando com as tradicionais ofertas de transporte.

Crescimento económico

As cidades deveriam abolir os limites ao número de empregos em transportes e simplificar o processo de licenciamento. Isto é importante não só para os motoristas profissionais mas também para aqueles que querem conduzir algumas horas por dia, num horário à sua escolha, como forma de complementar o seu rendimento. A economia dos transportes poderá, assim, prestar uma melhor oportunidade para os que procuram mais flexibilidade, bem como para os desempregados e subempregados.

Cobrança de imposto

Esta app para boleias coloca a economia dos transportes em destaque, onde a indústria há muito que se baseia apenas no dinheiro. A Uber pretende criar parcerias com as autoridades fiscais para aumentar a garantia dos fornecedores de serviços de transporte e as receitas fiscais globais das cidades e dos países em toda a Europa.

uber-Europe-blog

Tal como na recente iniciativa na cidade de Boston, a Uber pode partilhar dados inteligentes com cidades parceiras para as ajudar a gerir o crescimento, a reduzir o tráfego e as emissões de gases de efeito de estufa, além de expandir o transporte público. A marca acredita que esta combinação de partilha de dados, criação de postos de trabalho e redução de automóveis particulares representa importantes oportunidades para parcerias entre as cidades europeias. Estão ansiosos por estabelecer parcerias nos próximos meses.

Fonte: http://blog.uber.com/europe-partnership

 

Sobre Daniela Melo

Licenciada em Tradução, com Pós-graduação em Tradução Assistida por Computador, Pós-graduação em Tecnologias para a Comunicação e Inovação Empresarial; Cursos de Tradução para Medicina – Diabetes, de Farmacologia, Clinical Trials and Medical; de Marketing Digital. Tradução de inglês e espanhol para português, com experiência em Farmacologia, Medicina Geral, Marketing e Geral. TranslationContent